17
Ago 11

Botr b

Não se trata de um tiro no pé de um governo, de um ou dois partidos, trata-se de um tiro de canhão num regime e num sistema que já tinha provado nada ter a dar aos portugueses.

Agora, ultrapassam-se todos os limites, as decisões para a nova política do IVA, são absurdos, rídiculos e se os cidadãos portugueses não despertarem agora nunca mais isso vai acontecer.

A falta de consciência social, a injustiça, a falta de conhecimento da realidade da sociedade do país, ou caso contrário, a hipocrisia e cinismo da gestão destes políticos, alguns deles até se fizeram passar por apolíliticos ou mais ‘terra-a-terra’, outros, apartidários, independentes como gostam de se chamar, que estão a realizar é tanta que não há comparativo no mundo e na História, apesar do que acabámos de passar ainda há muito pouco tempo.

Nem é necessário mexerem em mais nada…

Só com esta medida já demonstram que não é onde deveriam reduzir em despesa que vão procurar as verbas que são necessárias, mas sim, com receitas a bens e serviços essenciais aos portugueses.

Pelo contrário, acabam por beneficiar abertamente e de forma clara quem não precisa de ser beneficiado, prejudicando a maioria dos portugueses independentemente de tudo o resto.

Golfe com preços tão concorrenciais em Portugal mesmo em relação aos mercados estrangeiros, o futebol e outros espetáculos também com fortes patrocínios de marcas conhecidíssimas, privadas… mas porque tem o estado que financiar esses investimentos?

Aulas de natação para crianças ou restauração e sabe-se lá que mais paga o utilizador?

Qual o critério?

Não acredito e creio que os meus compatriotas acreditem que foi a ‘Troiks’ que obrigou a isto!

Se os cidadãos portugueses não se revoltarem agora, nunca mais o farão e este regime, assim como, o respetivo sistema que já revelaram ser geminados vão dar cabo definitivamente da criatividade, da motivação e da energia que ainda resta neste país!

publicado por FV às 21:06
sinto-me: BASTA!
música: eles comem tudo.José Afonso
tags:

arquivo
as minhas fotos
mais sobre mim
pesquisar
 
(O direito de autor é reconhecido independentemente de registo, depósito ou qualquer outra formalidade artigo 12.º do CDADC. Lei 16/08 de 1/4) (A registar no Ministério da Cultura - Inspecção - Geral das Actividades Culturais I.G.A.C. - Processo n.º 2079/09)