30
Ago 13

O Primeiro Ministro regozijou-se hoje com os últimos dados do desemprego em Portugal:
Os números do desemprego baixaram?!?! 
Não me digam que foram criados empregos?!?!
Mas está tudo doido? 
Cruzar os números com os desempregados que perderam o subsídio de desemprego por terem chegado ao limite do período legal para o efeito, os que emigraram e que deixaram de receber o dito cujo e os que estão a trabalhar 1 ou 2 meses perdendo essa ajuda e mais os imigrantes legalizados que por terem saído do país também já não contam para as percentagens vai dar-nos essa pequena redução.

Aaahhh... e os novos "empreendedores" que estavam sem emprego e que nem sabem no que se meteram com a conversa do "empreendedorismo"?!?!

Um dos problemas que nos levou onde estamos foi a "febre" das pequenas empresas, todos queremos trabalhar por conta própria mas nem todos temos bagagem para ser empresários além de que isso nem é saudável para nenhuma economia... que competitividade isso proporciona?
Bater na mesma tecla é como dar com a cabeça numa parede para a furar quando a cabeça é que rebenta!

Os pequenos empresários instalados empregam mais tempo em cobrar do que em produzir... em empreender. Em que é que isso é bom?
Nem os impostos podem pagar!
A ver vamos como ficará a verdadeira "receita fiscal".

Mas como quem devia orientar esta economia tem outros interesses, que não o de melhorar o nosso bem-estar, é ou faz-se burro. (muitos são mesmo)

Não sou nem de longe contra a iniciativa individual pois considero que há realmente excelentes cabeças capazes de "empreender" mas não podemos ser todos!

Escapar ao desemprego não pode ser criar uma empresa e emigrar.

Lutar por condições básicas tem que ser em equipa, em conjunto, só assim se luta contra o desemprego... acabar com este bárbaro sistema financeiro que nos comanda a vida.

Depois sim, haverá condições para os que são criativos... empreendedores, a solo e em equipa!

publicado por FV às 15:52
sinto-me: farto de excel!
música: it's time.imagine dragons

arquivo
as minhas fotos
arquivo
mais sobre mim
pesquisar
 
(O direito de autor é reconhecido independentemente de registo, depósito ou qualquer outra formalidade artigo 12.º do CDADC. Lei 16/08 de 1/4) (A registar no Ministério da Cultura - Inspecção - Geral das Actividades Culturais I.G.A.C. - Processo n.º 2079/09)